BCB - Abstracts

 

Working Paper 405

Macroprudential and Monetary Policy Interaction: a Brazilian perspective


Fabia A. de Carvalho and Marcos R. de Castro


Abstract

This paper discusses the interaction between monetary and macroprudential policy in Brazil under both normative and positive perspectives. We investigate optimal combinations of simple, implementable macroprudential and monetary policy rules that react to the financial cycle using a DSGE model built to reproduce Brazilian particularities, and estimated with Bayesian techniques with data from the inflation targeting regime. We also investigate whether recent macroprudential policy announcements that targeted credit variables had important spillover effects on variables targeted by monetary policy in Brazil. To this end, we use a rich daily panel of private inflation forecasts surveyed by the Central Bank of Brazil’s Investor Relations Office and investigate the impact of announcements of macroprudential policy changes on the gap between inflation forecasts and the inflation target. The paper also presents an overview of the challenges facing macroprudential policy in Brazil after the global financial crisis and glimpses at a few important future challenges.

Resumo

Esse artigo discute a interação entre política monetária e políticas macroprudenciais no Brasil sob as óticas normativa e positiva. Investigam-se combinações ótimas de regras simples e implementáveis de política monetária e políticas macroprudenciais que reagem ao ciclo financeiro usando modelo DSGE construído para reproduzir as particularidades do mercado de crédito brasileiro e estimado com técnicas bayesianas usando dados do regime de metas para a inflação. Investiga-se também se os anúncios mais recentes de alterações em políticas macroprudenciais focadas no mercado de crédito brasileiro resultaram em algum contágio sobre variáveis mais diretamente associadas aos objetivos da política monetária. Para esse propósito, utiliza-se um rico painel de expectativas de inflação coletadas diariamente pela Gerência de Relacionamento com Investidores do Banco Central do Brasil e investiga-se o impacto de anúncios de alterações em políticas macroprudenciais sobre o desvio das expectativas para a meta de inflação. O artigo também apresenta um breve panorama dos desafios enfrentados pela política macroprudencial no Brasil após a crise financeira e tece breves considerações sobre alguns desafios futuros que podem vir a ser relevantes.