BCB - Abstracts

 

Working Paper 376

Determinacy and Learnability of Equilibrium in a Small Open Economy with Sticky Wages and Prices


Eurilton Araújo


Abstract

If the central bank attempts to minimize a welfare loss function in a small-open economy model with nominal wage and price rigidities, it has been argued that a monetary policy rule that responds to consumer price index (CPI) inflation performs better than rules that react to competing inflation measures. From the viewpoint of determinacy and learnability of rational expectations equilibrium (REE), this paper suggests that a rule that responds to CPI inflation does not significantly increase the central bank's ability to promote the convergence of an economy to a determinate and learnable REE nor improves the speed of this convergence when compared with rules that react to contending inflation measures.

Resumo

Se o banco central minimiza uma função de bem-estar em um modelo para uma pequena economia aberta com rigidez de preços e salários, há evidências de que uma regra de política monetária que responde à inflação do índice de preços ao consumidor (IPC) possui melhor desempenho relativamente a regras que respondem a outras medidas de inflação. Do ponto de vista da obtenção de equilíbrios com expectativas racionais determinados e que possam ser aprendidos pelos agentes, esse artigo sugere que regras que respondem à inflação do IPC não aumentam significativamente a habilidade de um banco central em promover convergência de uma dada economia para um equilíbrio com expectativas racionais determinado e que possa ser aprendido pelos agentes comparativamente a regras que respondem a medidas alternativas de inflação. Adicionalmente, a velocidade de convergência da aprendizagem adaptativa por parte dos agentes também não melhora quando as regras monetárias respondem à inflação do IPC.