BCB - Abstracts

 

Working Paper 364

Behavioral Models of the Foreign Exchange Market: is there any empirical content?


João Barata R. B. Barroso


Abstract

Behavioral models of the foreign exchange market explore the bias of economic agents towards forecasting rules with good recent performance. We propose an empirical framework to study such models without imposing restrictions on the set of forecasting rules or performance metrics. In particular, we propose a significance test for the constraints imposed by behavioral models relative to a very general non parametric alternative based on neural networks. We apply the framework to a unique dataset for the Brazilian foreign exchange market with full records of net order flow intermediated by the financial system, therefore connecting behavioral models to market microstructure models. The results support tightening constraints by 96% in the direction of behavioral models and this result is robust to assumptions regarding private order flow information.

Resumo

Modelos comportamentais para o mercado de câmbio exploram o viés dos agentes econômicos em direção a modelos de previsão com bom desempenho recente. Propomos uma abordagem empírica para estudar tais modelos sem impor restrições no conjunto de modelos de previsão ou métricas de avaliação dos modelos. Em particular, propomos um teste de significância para as restrições impostas por modelos comportamentais frente a uma alternativa não paramétrica muito geral baseada em redes neurais. Aplicamos o modelo a um banco de dados único para o mercado de cambio brasileiro com registros do fluxo de ordem líquido intermediado pelo sistema financeiro, desta forma conectando modelos comportamentais e modelos de microestrutura de mercado. Os resultados apoiam modelos comportamentais com condições 96% mais restringentes do que no modelo irrestrito, sendo este resultado robusto a pressupostos sobre o processamento da informação do fluxo de ordem pelos agentes econômicos.