BCB - Abstracts

 

Working Paper 353

Testing the Liquidity Preference Hypothesis using Survey Forecasts


Jose Renato Haas Ornelas and Antonio Francisco de Almeida Silva Jr


Abstract

We evaluate the Liquidity Preference Hypothesis (LPH) for the term structure of interest rates in a different way. Instead of using bond returns as traditional approaches, we use interest rate surveys with market expectations in order to evaluate LPH. This approach allows us to disentangle the effect of the changes in interest rate expectations from the liquidity premium. We found empirical support for the LPH with Brazilian data using both traditional and survey methods. However, the evaluation with interest rate surveys gives a higher statistical confidence level than the traditional approach when we perform tests for term premium monotonicity.

Resumo

Este trabalho avalia a Hipótese de Preferência por Liquidez para a estrutura a termo da taxa de juros de uma forma diferenciada à encontrada na literatura. Ao invés de usar os retornos financeiros dos títulos governamentais, que é a abordagem tradicional, usam-se as estimativas da taxa de juros embutidas em pesquisas junto ao mercado realizadas pelo Banco Central do Brasil. Essa abordagem permite discriminar o efeito das mudanças nas expectativas da taxa de juros do prêmio de liquidez. Encontra-se suporte empírico à Hipótese de Preferência por Liquidez com dados do mercado brasileiro usando tanto a abordagem tradicional como a abordagem baseada em pesquisas de mercado. No entanto, a avaliação com pesquisas de mercado fornece maior nível de confiança estatística do que a abordagem tradicional, quando são aplicados testes de monotonicidade para a estrutura a termo do prêmio de liquidez.