Working Paper 350

The Adequacy of Deterministic and Parametric Frontiers to Analyze the Efficiency of Indian Commercial Banks


Benjamin M. Tabak, Daniel O. Cajueiro and Marina V. B. Dias


Abstract

This study applies data envelopment analysis and stochastic frontier approach to a sample of Indian commercial banks to discuss the inconsistencies between these models. We find that DEA average efficiency scores are, in general, lower than those from the SFA model. However, both models indicate similar trends on efficiency scores over the years, which we state is more relevant than efficiency levels themselves. We also find that the rank correlation between these efficiency scores is low. This means that the application of only one frontier model may lead to misleading conclusions. We point out that a thorough consideration of the suitability of a deterministic or a parametric frontier to the framework in analysis should guide the choice between the application of parametric or non-parametric methodologies.

Resumo

Esse estudo aplica a análise envoltória de dados e a abordagem da fronteira estocástico para uma amostra de bancos comerciais indianos com intuito de discutir os pontos de incosistência entre esses modelos. A eficiência média mensurada pela análise envoltória de dados é, em geral, mais baixa do que aquela mensurada pela fronteira estocástica. No entanto, ambos os modelos indicam tendências similares para a eficiência dos bancos indianos ao longo dos anos, o que argumentamos que é mais relevante do que os níveis de eficiência por si mesmos. Também encontramos que a correlação dos rankings entre os resultados de eficiência é baixa. Isso significa que a aplicação de apenas um modelo de fronteira pode levar a conclusões precipitadas. Apontamos que a decisão entre um modelo e outro deveria ser guiada pela cuidadosa análise da adequação de uma fronteira determinística ou paramétrica para o contexto em análise.