Working Paper 347

Inflation Targeting and Banking System Soundness: A Comprehensive Analysis


Dimas M. Fazio, Benjamin M. Tabak and Daniel O. Cajueiro


Abstract

Several specialists and authorities blame inflation targeting (IT) regime for not responding to the increasing systemic risk and the development of asset bubbles. Nevertheless, we employ a database with commercial banks from 71 countries between 1998 and 2012, and we present evidence that: banks from IT countries: (i) are, on average, more stable; (ii) have sounder systemically important banks; and (iii) are less affected in times of global liquidity shortage. These results are in line with the existence of a price stability channel towards financial stability. Our conclusions are robust to whether we compare banks from countries that have the same legal origins, whether we control for the responsibility of bank supervision being delegated to other bodies rather than the Central Bank.

Resumo

Vários especialistas e autoridades culpam o regime de metas de inflação (IT, sigla em inglês) por não responder ao aumento do risco sistêmico e do desenvolvimento de bolhas de ativos. Por outro lado, este artigo emprega uma base de dados de bancos comerciais de 71 países no período 1998-2012, e apresenta evidências de que: bancos de países IT: (i) são, na média, mais estáveis; (ii) possuem bancos sistemicamente importantes robustos financeiramente; e (iii) são menos afetados em tempos de escassez de liquidez global. Estes resultados estão em linha com a existência de um canal que parte de estabilidade de preços para estabilidade financeira. As conclusões deste artigo são ainda robustas para caso sejam comparados bancos de países com a mesma origem do sistema legal, e caso controle-se pela responsabilidade de supervisão bancária ser delegada a outros órgãos que não o Banco Central.