Working Paper 253

Bank Efficiency and Default in Brazil: Causality Tests


Benjamin M. Tabak, Giovana L. Craveiro and Daniel O. Cajueiro


Abstract

Periods of Financial Stability are associated to low bank efficiency and high non-performing loans in credit portfolios. Therefore, this paper studies the relationship between bank efficiency and non-performing loans. To evaluate the bank efficiency, we employ a Data Envelopment Analysis. We employ the Arelano-Bond dynamic panel approach and a panel-VAR to test whether non-performing loans Granger cause bank efficiency (bad luck hypothesis) or whether bank efficiency affects loan quality (management with risk aversion). Empirical results for the Brazilian case corroborate the second hypothesis.

Resumo

Períodos de instabilidade financeira estão associados à baixa eficiência dos bancos do sistema financeiro e à alta inadimplência nas suas carteiras de crédito. Dessa forma, este artigo procura estimar a relação entre créditos inadimplentes e eficiência bancária. Para avaliar a eficiência bancária, utilizou-se um modelo Análise Envoltória de Dados (DEA). Um painel dinâmico (Arellano-Bond) e um VAR-painel foram empregados para testar se créditos inadimplentes geram baixa eficiência (“hipótese do azar”) ou se a eficiência bancária afeta a qualidade dos empréstimos (“hipótese do gerenciamento com aversão ao risco”). Os resultados empíricos para o caso brasileiro corroboram a segunda suposição.