Logomarca BCB

Saiba por que algumas moedas não são atraídas por ímã

23/03/2004 17:26:17

No final de fevereiro, uma emissora de televisão divulgou uma reportagem mostrando que alguns comerciantes e até alguns bancos, em São Paulo, não estavam aceitando moedas de R$ 1 e R$ 0,50 por não passarem pelo “teste do ímã”, considerando falsas as moedas que não eram atraídas. No entanto, o teste não passa de uma lenda, pois não confirma a autenticidade de nenhuma moeda brasileira.

Segundo explicou José dos Santos Barbosa, chefe do Departamento do Meio Circulante do Banco Central (Mecir) algumas moedas não são atraídas por imãs porque hoje existem em circulação moedas confeccionadas com metais diferentes, ou seja, com características magnéticas diferenciadas, o que faz com que algumas sejam atraídas pelo imã e outras não.

De acordo com Barbosa, as moedas de R$ 0,50 e de R$ 1 (bimetálica) produzidas até 2001 não são atraídas por serem de cupro-níquel e alpaca. Todas as demais moedas, por conterem aço (inoxidável ou de baixo carbono) são atraídas pelo ímã. A mudança na composição do material ocorre porque a partir de 2001 houve um aumento significativo no preço dos materiais utilizados na fabricação das moedas de R$ 0,5 e de R$ 1, o que levou o Banco Central a trocar os metais utilizados até então.

O cupro-níquel e a alpaca, que não são atraídos por ímã, foram substituídos, respectivamente, pelo aço inoxidável e pelo aço revestido de bronze. Esses metais são mais baratos e também são atraídos pelo ímã, como todas as demais moedas do Real. As novas moedas foram colocadas em circulação a partir de junho de 2002, mantendo os mesmos desenhos das originais, porém com pequenas alterações de tonalidade e brilho e ligeiramente mais leves.

O chefe do Mecir explica que o teste do ímã não serve para diferenciar uma moeda verdadeira de uma falsa, pois, além das diferentes moedas em circulação, existem falsificações que utilizam metais similares ao original, que também são atraídas pelo ímã. As moedas suspeitas devem ser avaliadas por meio de inspeção visual e tátil. Se necessário, pode-se utilizar lente de aumento. Se persistir a dúvida, a moeda deve ser entregue em alguma agência bancária para envio ao Banco Central para análise.

Clique aqui para encontrar explicações detalhadas sobre as características das moedas metálicas ou acesse Cédulas e Moedas>> Moedas>> Moedas do Real >> Mudanças nas Moedas - R$ 0,50 e R$ 1.