Logomarca BCB

Redes

A Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN) é a estrutura de comunicação de dados que tem por finalidade amparar o tráfego de informações no âmbito do SFN para serviços autorizados pelo Comitê Gestor, conforme disposto na circular 3.629 de 19 de fevereiro de 2013. Seu objetivo principal é suportar o tráfego de dados diretamente relacionados a serviços críticos, podendo, desde que não haja interferência em seu objetivo principal, suportar o tráfego de dados de outra natureza.

Sob o ponto de vista operacional, a RSFN é formada por duas redes de telecomunicação independentes. Cada participante, obrigatoriamente, é usuário das duas redes, podendo sempre utilizar uma delas no caso de falha da outra.

Para acompanhar o funcionamento da rede e promover seu contínuo desenvolvimento, o Comitê Gestor é auxiliado por três subgrupos técnicos (Redes, Serviços e Segurança). A coordenação de cada um dos subgrupos é privativa do Banco Central do Brasil.