BCB - Abstracts

 

Working Paper 237

Capital Regulation, Monetary Policy and Financial Stability


Pierre-Richard Agénor, K. Alper and Luiz A. Pereira da Silva


Abstract

This paper examines the roles of bank capital regulation and monetary policy in mitigating procyclicality and promoting macroeconomic and financial stability. The analysis is based on a dynamic stochastic model with imperfect credit markets. Macroeconomic (financial) stability is defined in terms of the volatility of nominal income (real house prices). Numerical experiments show that even if monetary policy can react strongly to inflation deviations from target, combining a credit-augmented interest rate rule and a Basel III-type countercyclical capital regulatory rule may be optimal for promoting overall economic stability. The greater the degree of interest rate smoothing, and the stronger the policymaker’s concern with macroeconomic stability, the larger is the sensitivity of the regulatory rule to credit growth gaps.

Resumo

Este artigo examina o papel da regulação de capital bancária e política monetária em mitigar a pró-ciclicalidade e promover estabilidade financeira e macroeconômica. A análise é baseada em um modelo estocástico dinâmico com mercado de crédito imperfeito. A estabilidade macroeconômica (financeira) é definida em termos da volatilidade da renda nominal (preço real de imóveis). Experimentos numéricos mostram que mesmo se a política monetária puder reagir fortemente a desvios da meta de inflação, a combinação de regras de taxa de juros que incluem o credito e regras regulatórias contra-cíclicas do tipo Basiléia III pode ser ótima do ponto de vista da promoção da estabilidade econômica. Quanto maior o grau de suavidade da taxa de juros e quanto maior a preocupação do formulador de política com estabilidade macroeconômica, maior a sensibilidade das regras regulatórias a hiatos no crescimento do crédito.