BCB - Abstracts

BCB - Abstracts

 

Working Paper 217

Financial Stability and Monetary Policy - The case of Brazil


Benjamin M. Tabak, Marcela T. Laiz and Daniel O. Cajueiro


Abstract

This paper investigates the effects of monetary policy over banks' loans growth and non-performing loans for the recent period in Brazil. We contribute to the literature on bank lending and risk taking channel by showing that during periods of loosening/tightening monetary policy, banks increase/decrease their loans. Moreover, our results illustrate that large, well-capitalized and liquid banks absorb better the effects of monetary policy shocks. We also find that low interest rates lead to an increase in credit risk exposure, supporting the existence of a risk-taking channel. Finally, we show that the impact of monetary policy differs across state-owned, foreign and private domestic banks. These results are important for developing and conducting monetary policy.

Resumo

Este artigo investiga os efeitos da política monetária sobre a taxa de crescimento dos empréstimos bancários e da inadimplência no recente período para o Brasil. Contribui-se para a literatura do canal de empréstimos bancários e assunção de riscos mostrando que em períodos de afrouxamento/aperto da política monetária, os bancos aumentam/diminuem seus empréstimos. Ainda, os resultados ilustram que bancos grandes, mais bem capitalizados e líquidos absorvem melhor os efeitos dos choques de política monetária. Ainda, encontra-se que baixas taxas de juros leva a aumentos na exposição a risco de crédito, o que dá suporte ao canal de assunção de riscos. Finalmente, mostra-se que o impacto da política monetária difere para bancos públicos, estrangeiros e privados. Esses resultados são importantes para o desenvolvimento e condução da política monetária.