Logomarca BCB

BCB - Abstracts

 

Working Paper 176

Fiat Money and the Value of Binding Portfolio Constraints


Mário R. Páscoa, Myrian Petrassi and Juan Pablo Torres-Martínez


Abstract

It is well known that, under uniform impatience, positive net supply assets are free of bubbles for non-arbitrage kernel deflators that yield finite present values of wealth. However, this does not mean that prices cannot be above the series of deflated dividends for the deflators given by the agents' marginal rates of substitution, which also yield finite present values of wealth. In particular, binding no-short-sales constraints lead to positive prices of fiat money. These monetary equilibria are Pareto improvements but they are still inefficient.

Resumo

Sabe-se que, sob a hipótese de impaciência uniforme, ativos em oferta líquida positiva estão livres de bolhas para “kernel deflators” de não-arbitragem que gerem valor presente da riqueza positivo. No entanto, isto não significa que os preços dos ativos não possam exceder a série de dividendos deflacionada se os deflatores utilizados forem dados pelas taxas marginais de substituição dos agentes, que, por sua vez, também geram valor presente da riqueza positivo. Em particular, restrições ativas à venda a descoberto de ativos levam a preços positivos da moeda. Esses equilíbrios monetários são melhorias de Pareto, embora ainda sejam equilíbrios ineficientes.