Logomarca BCB

Perguntas frequentes de instituições financeiras

Perguntas frequentes de Instituições Financeiras


Contato

Existe um e-mail centralizado ou uma hot-line do Bacen para contatos das IF's?

Arquivos 

Como proceder para enviar o arquivo ACCS011?

Como administrar a troca da senha do PSTA, que só dura 30 dias?

Por que meus arquivos estão retornando com erro de formato (ECCS0001)?

Os arquivos enviados ao Bacen podem ser "zipados"?

As mensagens enviadas via PSTA devem ser assinadas e criptografadas?

Por que, ao enviar o arquivo ACCS001, recebo um arquivo de retorno ACCS012 ao invés do ACCS002?

Por que estou recebendo erro de validação de CPF/CNPJ?

A Instituição Financeira poderá optar por enviar o arquivo de atualização sempre via PSTA, mesmo participando da RSFN e o tamanho do arquivo a ser transmitido cabendo no USERMSG da GEN015?

Mensagens

O NUOP gerado por uma instituição deve ser único para todos os domínios ou pode-se ter uma seqüência independente para cada um?

O log obrigatório de mensagens deve ser independente por domínio?

As mensagens de solicitação de detalhamento (CCS0001,CCS0003) virão sempre via RSFN ou poderão tambem ser recebidas pelo PSTA?

Informação por conglomerado

As IFs podem, desde o momento inicial, optar por criarem conglomerados. Já estão prontos os procedimentos para este processo?

Os conglomerados podem ser desfeitos, ou seja, uma IF pode ser retirada de um grupo anteriormente formado?

Para as instituições que decidirem optar por trabalhar como conglomerado, poderão ser enviadas mensagens do Domínio MES para os demais bancos do conglomerado?



Existe um e-mail centralizado ou uma hot-line do Bacen para contatos das IF's?

      As instituições financeiras participantes do CCS devem observar os seguintes canais de atendimento para resolução de problemas operacionais e esclarecimento de dúvidas:


Como proceder para enviar o arquivo ACCS011?

Para envio do arquivo ACCS011, as IFs precisam estar autorizadas no serviço SCCS001. Todas as IFs que deverão participar dos testes já foram cadastradas.
O envio dos arquivos será via PSTA, no ambiente de produção, documento 6011 e poderão ser verificados na transação PSTA310.


Como administrar a troca da senha do PSTA, que só dura 30 dias?

Por meio da transação Sisbacen de cadastramento de usuários, a PTRA700, podem ser cadastrados usuários de serviços, cujas senhas vencem em 360 dias. É uma opção que os próprios masters das IFs podem utilizar, cadastrando usuário(s) específico(s) para uso do PSTA, Web Services ou outros processos automatizados. Pode haver mais de um usuário para cada aplicação.

Por que meus arquivos estão retornando com erro de formato (ECCS0001)?

O erro ECCS0001 pode ser relativo a qualquer problema de formato, como, por exemplo, XML mal formado. Entretanto, o que mais tem ocorrido é o erro por não estar no formato padrão UTF-16BE. Sugerimos usar o schema (xsd) disponível nesta página, para verificação prévia dos arquivos.

Os arquivos enviados ao Bacen podem ser "zipados"?

Sim, os arquivos enviados ao CCS podem e devem ser "zipados", inclusive, algumas IFs já vêm encaminhando arquivos "zipados" que estão sendo tratados normalmente.

 As mensagens enviadas via PSTA devem ser assinadas e criptografadas?

Quando utilizar o PSTA, deve ser enviado apenas o arquivo XML, ou seja, os segmentos BCMSG, SISMSG e USRMSG, no formato UTF-16BE, sem o cabeçalho de segurança.

Por que ao enviar o arquivo ACCS001 recebo um arquivo de retorno ACCS012 ao invés do ACCS002?

O nome interno do arquivo, que vai entre as tags <NomArq> e </NomArq>, é o ACCS002. Entretanto, conforme consta do documento "leiautes de Arquivos e Mensagens", item 7 - Códigos PSTA, durante a fase de testes o nome externo do arquivo, que é o que aparece no PSTA, é o ACCS012, documento 6012. O mesmo vale para os demais arquivos envolvidos, ou sejam, ACCS011, documento 6011, para o ACCS001 e ACCS013, documento 6013, para o ACCS003.

Por que estou recebendo erro de validação de CPF/CNPJ?

A primeira validação do campo CPF/CNPJ se dá no XML Schema pelo pattern "[0-9]{11}|[0-9]{14}". Assim, esse campo só aceita strings com exatamente 11 ou 14 posições formadas por dígitos (0 a 9) sem separadores. Se necessário, o campo deve conter zeros à esquerda para completar as 11 ou 14 posições.
A segunda validação é do tamanho do campo. Se o tipo de pessoa for "F" (física), a sequência deve ter 11 dígitos. Se for "J" (jurídica), deve ter 14 dígitos.
O sistema indicará no arquivo ACCS002 o erro "ECCS0001" (Arquivo com erro de formato) caso a primeira validação falhe, e o no arquivo ACCS003 o erro "ECCS0007" (CPF/CNPJ inválido) caso a segunda ou terceira validação falhem.

A Instituição Financeira poderá optar por enviar o arquivo de atualização sempre via PSTA, mesmo participando da RSFN e o tamanho do arquivo a ser transmitido cabendo no USERMSG da GEN015?

Sim. A utilização da GEN0015 com arquivo no UsrMsg é opcional.

O NUOP gerado por uma instituição deve ser único para todos os domínios ou pode-se ter uma seqüência independente para cada um?

Há obrigatoriedade de NUOP único apenas dentro de cada domínio.

O log obrigatório de mensagens deve ser independente por domínio?

O log deve seguir a definição do Manual de Segurança, entretanto, a IF pode optar por log único ou independente por domínio.

As mensagens de solicitação de detalhamento (CCS0001,CCS0003) virão sempre via RSFN ou poderão tambem ser recebidas pelo PSTA?

As mensagens serão enviadas sempre pelo meio padrão escolhido pela IF. O Bacen só enviará solicitações de detalhamento via PSTA para as IFs que optarem por este meio de transmissão ao invés da Mensageria. Entretanto, uma IF que tem como meio padrão de comunicação a Mensageria pode, por motivo de contingência, enviar mensagem ao CCS via PSTA. Nesse caso, o CCS enviará a respectiva resposta também via PSTA.

As IFs podem, desde o momento inicial, optar por criarem conglomerados. Já estão prontos os procedimentos para este processo?

O procedimento para envio de informações por conglomerado é de informar, por escrito, à Mesa de Suporte às Instituições Participantes do CCS, a lista de instituições que estarão contempladas no contexto de um mesmo arquivo e qual a instituição que será responsável pelo envio do grupo. As IFs que já tenham definição dos seus grupos e queiram informá-los na fase de testes, já podem fazê-lo.

Os conglomerados podem ser desfeitos, ou seja, uma IF pode ser retirada de um grupo anteriormente formado?

A retirada de empresas de um grupo será possível em caráter excepcional, também com aprovação da Mesa de Suporte às Instituições Participantes do CCS. O conceito não é de que seja uma operação corriqueira. Nestes casos, a responsabilidade por qualquer acerto necessário nas informações do grupo ou da IF que passou a informar em separado é exclusivamente da própria IF.

Para as instituições que decidirem optar por trabalhar como conglomerado , poderão ser enviadas mensagens do domínio MES para os demais bancos do conglomerado?

Não. A comunicação do Bacen com a instituição financeira, no contexto do CCS, será sempre por intermédio do CNPJ base do banco que controla o grupo.