Logomarca BCB

Introdução

 

O Projeto de Modernização do Sistema Câmbio


O Sisbacen/Câmbio, instituído em 1985, foi um marco na automatização do Sistema Financeiro Nacional, possibilitando ao Banco Central a captação das informações referentes ao mercado de câmbio de forma tempestiva, o que foi fundamental para o adequado gerenciamento e efetividade da política cambial, principalmente nos momentos de dificuldades enfrentadas pelo País na área externa. Embora já tenham ocorridas muitas adaptações no sistema originalmente implantado, a estrutura básica e os seus princípios de funcionamento ainda são os mesmos, após 25 anos de existência.

Nos últimos anos, as novas condições da economia brasileira no cenário internacional permitiram a implementação de um processo contínuo de liberalização e simplificação das regras e procedimentos relacionados ao mercado de câmbio, tendo sido promovidos importantes aperfeiçoamentos na estrutura regulatória do mercado brasileiro.

O que se busca com o projeto é modernizar também o Sisbacen/Câmbio, considerando novos conceitos, novas tecnologias atualmente existentes, o cenário econômico atual e as necessidades do Banco Central e do mercado como um todo. Será uma oportunidade de se compatibilizar o processo de simplificação e racionalização de regras com o sistema informatizado empregado na captação das informações relativas às operações de câmbio, por meio da modernização e ajustes do sistema atual. O processo de registro das operações de câmbio no Banco Central será mais simples e eficiente, com reflexo esperado na redução de custos administrativos e operacionais da administração pública, dos bancos, das corretoras e de seus clientes.

O novo sistema compreenderá as operações de câmbio negociadas diariamente nos mercados primário (exportações, importações e transferências financeiras) e interbancário, sendo implementada a sistemática de troca de mensagens entre os sistemas do Banco Central e das instituições financeiras.

O desenvolvimento do novo sistema Câmbio exige que o Banco Central e os agentes do mercado trabalhem simultaneamente e de forma coordenada, sendo importante o comprometimento dos participantes desde o início do projeto.
      logomarca do novo sistema câmbio